Geral

Eleições 2020 podem não acontecer e mandatos serem prorrogados

A pandemia do novo coronavírus que assola o mundo está provocando várias mudanças no mundo todo. Aulas estão suspensas, as companhias aéreas estão cancelando vôos, eventos foram cancelados, muitas pessoas estão trabalhando a partir de casa, eventos religiosos estão sendo transmitidos à distância, shoppings estão na iminência de serem fechados, entre outras medidas que deverão ser tomadas.

Estamos em um ano eleitoral e vivemos uma crise sanitária e econômica gravíssima e diante do quadro o Tribunal Superior Eleitoral cogita suspender às eleições que estão marcadas para outubro próximo.

A ideia é que as eleições possam ser transferidas para 2021 e os atuais prefeitos e vereadores tenham seus mandatos prorrogados. Existe ainda uma posição defendida que o Brasil tenha eleições gerais em 2022, de vereador até presidente.

O certo é que tudo ainda é muito duvidoso, porém as chances de um evento como uma campanha eleitoral que envolve contato direto entre pessoas e uma despesa grande para sua realização é praticamente inviável diante da situação que o mundo e o Brasil vivem.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!