Turismo

O fantástico Salão dos Índios em Castelo do Piauí

Encravado em meio a uma vegetação fechada e de difícil acesso e cercado por suntuosas formações areniticas que suas origens se perderam na névoa dos tempos, encontramos o Salão dos Índios na localidade Picos dos André na zona rural de Castelo do Piauí, lugar que por longos períodos de tempo foi muito povoado, servindo de abrigo e ou moradia para muitas populações primitivas e indígenas que deixaram fortes indícios de suas passagens no local.

Contam os mais antigos moradores da região que o lugar servia como uma espécie de entreposto comercial com trocas de mercadorias e também para antigos rituais dos Índios nativos.

Para chegar e ter acesso ao Salão dos Índios, tivemos a valorosa ajuda do mateiro e guia local Carlos Henrique Almeida que por suas habilidades, certamente é descendente destes bravos guerreiros que habiram a região e do historiador Paulo Climaco Alves, ambos profundos conhecedores da região e de nossa história.

Andamos por caminhos fechados, cerca de 5km desde a nossa base, escalamos algumas rochas, em uma delas teve um certo perrengue por conta de umas abelhas que fizeram Paulo e Carlos descer por uma árvore e eu desisitir de chegar ao topo da metade da escalada. Mas enfim chegamos ao local, e todo o esforço e cansaço, foram compensados. Contemplamos a beleza do lugar e conhecemos uma das maiores concentrações de arte rupestre do Piauí, vindo na hora a lembrança do quanto aquele lugar foi importante no passado para muitas civilizações.

Tribos indígenas da região

Os grupos ou tribos indígenas que habitaram nossa região faziam parte da etnia Tapuia, índios que não falavam a língua tupi e que viviam mais no interior do Brasil, considerados exímios arqueiros e guerreiros, diferentemente dos tupinambás que se fixaram mais próximo do litoral.

A citada região foi palco também de inúmeros enfrentamentos de tribos rivais, principalmente com os índios Tabajaras da Serra da Ibiapaba e também com os bandeirantes paulistas que fizeram um verdadeiro genocídio com os nativos, praticamente dizimando as populações através do bandeirismo de preação e do sertanismo de contrato.

Uma das tribos que mais se ouve falar aqui na região, foram os Tacarijus, que habitavam toda essa faixa de terra que se estende até a grande cuesta da Ibiapaba no Ceará.

Texto: Augusto Júnior Vasconcelos.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!