Geral

Uma breve abordagem histórica sobre esquerda e direita política

Me permitam escrever esse texto em primeira pessoa. Eu sou professor de química, mas sempre me interessei por história, inglês, sociologia e outras disciplinas, gosto de ampliar conhecimentos e aproveitei um pouco do tempo disponível para elaborar um pequeno texto com a finalidade de tentar explicar o que é ser de Direita Política e Esquerda Política.

Quando a França declarou bancarrota no reinado de Luís XVI, instaurou-se um parlamento medieval para gestão do estado. Os parlamentares se posicionavam à direita ou à esquerda do trono nas votações, de acordo com sua decisão.

À direita do trono posicionavam-se os parlamentares a favor da autoridade real e dos privilégios da corte, que acreditavam que a sociedade só poderia se manter através dos abismos de classe. Para eles a riqueza de um país se define pela esmagadora riqueza das elites em oposição à pobreza extrema do proletariado.

À esquerda do trono posicionavam-se os parlamentares a favor da supremacia do parlamento e da igualdade social, acreditavam que um país só pode ser rico pela segurança econômica dos mais pobres.

Com a revolução e o começo da república, o conceito de Direita Política foi adaptado (sem prejuízo do significado original) para os políticos a favor das elites, da burguesia e da manutenção dos abismos sociais como garantia de saúde do estado. O conceito de Esquerda Política se tornou a proteção das classes menos favorecidas, a busca pela mitigação das diferenças socioeconômicas e defesa dos conceitos republicanos de democracia e igualdade.

Portanto fica claro que direitistas são os políticos ou pensadores que defendem as elites e esquerdistas estão do lado das classes menos favorecidas. Como eu defendo que a diferença entre ricos e pobres deve ser cada vez menor para o desenvolvimento de uma cidade, estado ou nação, sou esquerdista convicto e defendo esse ponto de vista.

O que acontece é que existe uma nítida divisão, que no Brasil é disseminada por um pequeno grupo de pseudointelectuais, formados pela YouTube University, que ampliam seu “conhecimento” através de grupos de whatsapp fomentados por escritórios especializados em fake news e que acham que toda ditadura é de “esquerda” e que mesmo não fazendo parte da grande elite, se sentem superiores e acham que o que vem dos EUA é o que é útil para nós.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!